InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 CherryTree: Entrevista com os Tokio Hotel

Ir em baixo 
AutorMensagem
Barbara
Administradora.
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 425
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Estudante
Humor : tou sempre bem humorada!só ás vezes é que há uma excepção!
Data de inscrição : 09/02/2008

A little quest ;)
Tokio Hotel Preferido?:
Qual a tua musica preferida?:

MensagemAssunto: CherryTree: Entrevista com os Tokio Hotel   Qua Out 28 2009, 12:14

TRADUÇÃO

Entrevistadora: Olá a todos… estamos ao vivo na CherryTree Radio!
Bill: Olá
Tom: Bom dia
Martin: Ao vivo na CherryTree Radio.
Entrevistadora: Tokio Hotel!
Bill: Bom dia a todos!
Entrevistadora: Olá rapazes.
Tom: Olá, bom dia.
Martin: Esse era o Tom?
Tom: Sim, era o Tom.
Martin: Olá Tom e Bill… como estão rapazes? Bem-vindo rapazes.
Bill: E o Gustav e o Georg está atrasado… ainda está na cama.
*risos*
Martin: Como têm passado em Los Angeles?
Bill: Oh, passamos bem. Ontem tivemos uma sessão de autógrafos ontem. Na Hot Topics. Foi muito porreiro…. e ya, temos tido um bom tempo aqui.
Martin: Falámos sobre isso há meia hora … toda a gente se divertiu muito. Obrigado.
Tom: Ya… Foi muito porreiro… e recebemos presentes muito bons.
Bill: *risos*
Entrevistadora: Eu soube disso.
Martin: Soubes-te?
Entrevistadora: Uma caixa gigante de? Ontem à noite.
Martin: E o que receberam da Hot Topic?
Tom: Recebemos uma Guitarra dos Tokio hotel feita por uma fã e recebemos também alguma droga.
Bill e Tom: *Risos*
Martin: Hey, rapazes, deixaram-me em Nova Iorque e ainda estou em Nova Iorque.
Bill: Oh, ainda estás em Nova Iorque?
Martin: Estou aqui fora da Best Buy.
Entrevistadora: *Risos*
Tom: A espera de um autógrafo.
Martin: Ok… hey, qual foi melhor? Nova Iorque ou Los Angeles?
Bill: Hmmm… Eu gostei de ambas, sabes que é bom depois de uma cidade rápida como Nova Iorque vir para Los Angeles e apanhar com este bom tempo e isto tudo… Por isso não posso decidir-me, penso que gosto de ambas, Nova Iorque e Los Angeles. O meu sonho é ter ainda apartamento em Nova Iorque e uma casa em L.A…
Tom: Yaaa.
Martin: Sim, wow. Estou a tentar consciencializar esse caso. Hey, estamos muito felizes por ter-vos aqui nos EUA, obrigado por virem e obrigado por fazerem esta entrevista.
Bill e Tom: Obrigado.
Martin: Hey, fizeram uma fotoshoot ontem, certo? Para uma revista bem famosa chamada “Nylon”. Como correu isso?
Bill: Oh, correu muito bem mesmo. Foi bom e acho que durou 2 horas a sessão. Fizemo-la com um rapaz porreiro. Acho que fizemos umas boas fotos… Sim!
Tom: Sim!
Martin: Wow, então toda a gente foi a procura de bonés na Nylon. Hey, recebemos algumas questões para vocês no nosso website cherrytreerecords.com… pergunto-me se podemos colocar-vos algumas?
Bill e Tom: Sim, claro…
Martin: Ok, vamos ver… Esta é uma pergunta interessante, vem da Shirley Taquita e diz o seguinte: Quando gravam canções de amor, quem é a inspiração. É sobre algo que vos aconteceu ou é algo que gostavam que acontecesse ou é sobre outras pessoas?
Bill: Hmmm..
Tom: Tudo!
Bill: Eu penso que é tudo, sim… Não tenho uma relação desde há 5 anos, mas o Georg agora tem uma, ele está mesmo, mesmo apaixonado. Ele tem uma namorada e por isso eu acho…
Martin: É a Andrea?
Entrevistadora: *Risos*
Bill:… que depende, isso depende.
Martin: Não é a Andrea da CherryTree Records? Desculpem…. *risos* Ok, Tenho outra questão. Esta é da June: Quando actuam em palco, preferem cantar em Inglês ou Alemão?
Bill: Hmmm…
Tom: Penso que gostamos de misturar.
Bill: Ya, eu gosto de uma mistura. Fizemos uma mistura na tour. Na tour Europeia tocamos algumas músicas em alemão e inglês. Nós fizémos um mix de tudo e também dependia do dia… sim…
Martin: Isso é bom porque vocês têm fãs que gostam de ambas as versões. Sabem, pela primeira vez conseguimos trazer a versão alemã do álbum aqui aos EUA, por isso estamos muito orgulhosos.
Bill: Ahh, porreiro.
Martin: Obrigado por isso. Bem, aqui está outra questão, é da Daniela e ela perguntou: Se algum dia tivessem um dia de folga, onde quer que seja, e pudessem fazer o que quisessem, sem ninguém a chateá-los ou sem segurança. Onde gostariam ir e o que fariam?
Tom: Iria a um parque de diversões, acho eu.
Bill: Oh, então é o mesmo para mim.
Martin: Gostam de montanhas-russas?
Tom: Gostaria de ir a um parque de diversões e comer alguns gelados e talvez mais tarde ir ao cinema ou algo assim.
Martin: Vamos para Disneyland?
Tom: Perdão?
Martin: Vamos para Disneyland!
Bill e Tom: Sim!!! *Risos*
Martin: Vamos pôr de lado toda a promoçao? *risos* Não, não…
Bill: Isso seria bom.
Martin: Ok, tenho aqui uma pergunta da Alexis. Ela diz… esta é uma pergunta interessante. Estou curioso. Quando eram mais jovens e ainda estavam na escola, como conseguiram lidar com o facto de serem victimas de Bullying e assediados?
Tom: Anh? Bullying?
Martin: Ser atacado por alguém maior ou gozado.
Tom: Ahh… assédio moral?
Bill: Wie wir damit umgehen? Oh, eu nao sei, acho que nunca tivemos disso…
Georg: Echt nicht Bill?
Bill: *Risos* Não! Foi bom termo-nos um ao outro, estavamos sempre juntos e tínhamos sempre um amigo connosco, por isso era porreito. E hmm, ya… Não sei. Georg, conta-nos do teu tempo escolar…
Georg: Foi bom.
Martin: WOW, porreiro. Precisava de um irmão gémeo agora.
Tom: Sim… acho que é o melhor e é bom ter a tua alma gémea ao teu lado dentro da tua família e escola.
Bill: Sim, é perfeito.
Martin: Aqui vai outra pergunta, vamos ver, Jessy pergunta: Gostavam de ficar no mundo da música para o resto da vossa vida ou têm outros objectivos que queiram alcançar…
Tom: Oh…
Bill: Eu acho… nós queremos ficar no mundo da música. Penso que temos muitos planos, queremos ir a Tokyo, queremos fazer… muitos mais álbuns e…
Tom: O nosso sonho é fazer uma tour mundial.
Bill: Por isso são muitos objectivos. Acho que ficamos no mundo da música.
Martin: Pensam que o Tom seria um bom Relações Públicas e possívelmente o meu patrão um dia?
Entrevistadora: *risos*
Tom: Sim!
Martin: Estão preparados? Talvez agora?
*risos*
Tom: E depois ganhava mais dinheiro.
Martin: Não me parece. Posso confirmar-te que isso não é o caso. Aqui vai uma pergunta de Jessy Delgado, ela diz: Na primeira vez que escreveram uma música, houve alguma vez dúvidas de que viriam a ser bem sucedidos?
Bill: Não, não… este foi sempre o nosso sonho, mas nunca esperamos este sucesso, porque viviamos numa pequena vila onde não se dava importância à cena musical.
Tom: Não havia managers.
Bill: Sim, não havia managers, nada, por isso tivemos muita sorte e nunca esperamos tê-la.
Martin: Isso quer dizer que não sabiam se havia de resultar ou em vez disso falhar?
Bill: Não, não de todo.
Martin: Vocês sabiam, porque vocês adoram a música e tinham de fazê-la.
Bill: Sim e nós tocavamos em pequenos clubes cada fim-de-semana em frente de 5 ou 10 pessoas… por isso ya….
Martin: Eu ainda sinto isso quando tocam ao vivo, porque eu sinto que estariam a fazê-lo mesmo que seja para uma pessoa da platéia ou para um milhão. Sinto como se realmente gostassem daquilo que estão a fazer.
Bill: Um milhão é melhor.
Martin: Bem, estamos a trabalhar nisso. Ok, aqui está a última pergunta, está bem de (?): Qual é o sentimento quando estão em palco e os fãs cantam as vossas músicas?
Bill: Oh, eu acho que é melhor sentimento que podes ter enquanto músico. Tudo tem a ver com tocar ao vivo e estar em palco e ver a platéia e… hmmm, e nós temos algumas músicas alemãs aqui na América e os fãs americanos também as cantam e isso é incrível. Eu acho que isso é o melhor de tudo e é difícil descrever, toda a gente deveria passar por isso uma vez.
Martin: Eu sei, já tínhamos falado sobre isso enquanto estavamos a trabalhar na vossa nova tour, uma tour pelos EUA. Toda a gente está ansiosa por isso. vocês também estão?
Bill: Sim, mesmo! Primeiro vamos ter a nossa tour pela Europa, estamos a planear tudo neste momento, mas queremos mesmo dar alguns concertos aqui… por isso… seria fixe.
Entrevistadora: Eu sei que muita gente está a espera disso.
Martin: Uma última questão acerca do novo álbum. Eu adoro-o. Têm uma música favorita no novo álbum?
Bill: Depende do dia. Eu continuo a adorar a “Automatic” e também gosto da “Dogs Unleashed”.
Tom: E por mim, é a “Noise”, foi a nossa música de abertura quando…
*Bill começa a cantar: Noise, wohooo*
Tom: Estivemos recentemente no MTV Worldstage e foi a nossa música de abertura.
Martin: Eu conheço essa música. É assim que eu me levanto de manhã. Ok… parabéns por tudo rapazes, e muito obrigado por nos virem visitar aos EUA e a todos os fãs que estão a ouvir por todo o mundo, mal podemos esperar para os receber novamente.
Bill/Tom: Obrigado.
Martin: E obrigado por se levantarem tão cedo para estarem connosco ao telefone.
Bill: Tenham um bom dia.
Martin: Ok, vemo-nos em breve.
Tom: Obrigado.
Entrevistadora: Obrigada.
Martin: Adeus rapazes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
CherryTree: Entrevista com os Tokio Hotel
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mande suas próprias perguntas para o Forumeiros entrevista!
» Como colocar esse slide onde passa por exemplo: entrevista forumeiros: abril 2013
» Entrevista especial com a equipe de suporte Forumeiros
» Forumeiros entrevista: Especial de Natal
» Entrevista ao Staff: Willemberg

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Tokio Hotel :: Entrevistas.-
Ir para: